Sua língua na Internet

 
Índice

12.01 Classificação dos Advérbios

Os advérbios recebem a denominação da circunstância ou de outra ideia acessória que expressam. Distingam-se os seguintes:

a) advérbios de afirmação:
sim, certamente, efetivamente, realmente, etc.

b) advérbios de dúvida:
acaso, porventura, possivelmente, provavelmente, quiçá, talvez, etc.

c) advérbios de intensidade:
assaz, bastante, bem, demais, mais, menos, muito, pouco, quanto, quão, quase, tanto, tão, etc.

d) advérbios de lugar:
abaixo,acima, adiante, aí, além, ali, aquém, aqui, atrás, através, cá, defronte, dentro, detrás, fora, junto, lá, longe, onde, perto, etc.

e) advérbios de modo:
assim, bem, depressa, devagar, mal, melhor, pior.

e quase todos os terminados em -mente:

fielmente, levemente, etc.

f) advérbios de negação:
não, tampouco (= também não)

g) advérbios de tempo:
agora, ainda, amanhã, anteontem, antes, breve, cedo, depois, então, hoje, já, jamais, logo, nunca, ontem, outrora, sempre, tarde, etc.,

Advérbios interrogativos

Por se empregarem nas interrogações diretas e indiretas, os seguintes advérbios de causa, de lugar, de modo e de tempo são chamados interrogativos:

a) de causa: por que?
Por que chegaste mais cedo?
Dize-me por que chegaste mais cedo.

b) de lugar: onde?
Onde está João?
Quero saber onde está João.

c) de modo: como?
Como vai o trabalho?
Ignoro como vai o trabalho.

d) de tempo: quando?
Quando chegará o navio?
Não sei quando chegará o navio.

Locução adverbial

1. Denomina-se locução adverbial o conjunto de duas ou mais palavras que funciona como advérbio. De regra, as locuções adverbiais se formam da associação de uma preposição com um substantivo, com um adjetivo ou com um advérbio:

Com dificuldade, conseguiu alcançar a nave. (J. Montello)

Mas há formações mais complexas, como:


Nenhum dos dois pode ser tão emocionante, nem jamais foi disputado tão palmo a palmo, ou pé a pé topada a topada, canelada a canelada, às vezes tapa a tapa. (R. Braga)
Vez por outra sonhava com a Aparecida. (J. Montello)

2. À semelhança dos advérbios, as locuções adverbiais podem ser:

a) de afirmação (ou dúvida): com certeza, por certo, sem dúvida.

Atente-se na distinção:

Com certeza [= provavelmente] ele voltará.
Ele voltará com certeza [= com segurança].

b) de intensidade:
de muito, de pouco, de todo, etc.

c) de lugar: à direita, à esquerda, à distância, ao lado, de dentro, de cima, de longe, de perto, em cima, para dentro, para onde, por ali, por aqui, por dentro, por fora, por onde, por perto, etc.

d) de modo:
à toa, à vontade, ao contrário, ao léu, às avessas, às claras, às direitas, às pressas, com gosto, com amor, de bom grado, de cor, de má vontade, de regra, em geral, em silêncio, em vão, frente a frente, gota a gota, ombro a ombro, passo a passo, por acaso, etc.

e) de negação: de forma alguma, de modo nenhum, etc.

f) de tempo:
à noite, à tarde, à tardinha, de dia, de manhã, de noite, de vez em quando, de tempos em tempos, em breve, pela manhã, etc.

Locução adverbial e locução prepositiva

1. Quando uma preposição vem antes do advérbio, não muda a natureza deste; forma com ele uma locução adverbial: de dentro, por detrás.

2. Se, ao contrário, a preposição vem depois de um advérbio ou de uma locução adverbial, o grupo inteiro se transforma numa locução prepositiva: dentro de, por detrás de.




Livros para o seu dia a dia








© Lexikon Editora Digital